20140819

"... Orar sempre e nunca esmorecer" Lucas 18:1

Tamerlane costumava contar aos amigos uma estória de sua mocidade:

Certa vez, para escapar de inimigos, fui forçado a me esconder nas ruínas de um edifício, e passei ali sentado muitas horas.
Desejando distrair a mente da triste situação em que me achava, fiquei olhando uma formiga que subia por uma parede, carregando um grão de trigo maior do que ela;
Contei todas as suas tentativas para alcançar o objetivo.
O grãozinho caiu sessenta e nove vezes, mas o inseto perseverou, e, ao completar setenta vezes, alcançou o topo.
Aquela cena me deu coragem no momento, e nunca esqueci a lição.
(The King's Business)

Tomando o exemplo do inseto,  pensemos na nossa perseverança  nas doutrinas do Senhor.
Temos orado? E qual nossa atitude depois da oração? Qual nossa reação à reação do Senhor?! 
A oração que toma como razão para desânimo o fato de orações passadas não ter sido respondida, já deixou de ser a oração da fé.
Para a oração da fé, a ausência de resposta é apenas evidência de que o momento da resposta está muito mais perto.
Do começo ao fim, os exemplos e as lições de Jesus nos ensinam, que tenhamos paciencia e perseverança. O tempo do Senhor é o melhor tempo. 
Lembre-se sempre:
A oração que não persevera, não insiste no pedido e não se renova mais e mais, tomando forças de cada petição anterior, não é a oração que prevalece!

Nenhum comentário: