20140829

"Amados, se Deus assim nos amou, nós também devemos amar-nos uns aos outros" (1 João 4:11).


Gideon Alan Pirrello estava distribuindo folhetos bíblicos em uma Casa de Saúde em 14 de março de 1992. 
Ele perguntou ao diretor a faixa de idade dos internos  e este responde que haviam pessoas desde os 23 anos até 100 anos de idade.
Alan ficou curioso por saber o que fazia um jovem de 23 anos em uma Casa de Saúde e pediu para visitá-lo. 
Soube que estava ali já fazia sete anos, desde que, aos 15 anos, havia sido atropelado por um caminhão. Seu nome era Nonato e 
estava em coma profundo. 


Pirrello leu para ele uma porção das Escrituras e falou ao corpo imóvel sobre o amor de Jesus 
para com ele, perguntando se desejava receber o Salvador em seu coração. 

Todos ficaram surpresos ao ver que lágrimas começaram a rolar sobre seu rosto.

 As enfermeiras disseram que jamais o viram chorar em qualquer situação.

Como é importante para nós saber que Deus nos ama incondicionalmente.

 Sejamos bons ou maus, santos ou impuros, Deus nos ama com tal intensidade que ofereceu    Seu próprio Filho para morrer em nosso lugar. 

Ele tem o melhor para nossas vidas e deseja ardentemente que recebamos tudo que

tem preparado para que sejamos felizes e abençoados.
Quando abrimos o nosso coração para o amor do Senhor, desfrutamos da Sua graça maravilhosa. 


Quando mostramos indiferença ao Seu amor, perdemos tudo de bom que Ele nos 
preparou, não porque Ele não nos deseja abençoar, mas porque 
Lhe viramos as costas e não percebemos as maravilhas que nos oferece simplesmente porque preferimos os enganos e armadilhas do mundo.
As bênçãos estão muito perto de nós e nós estamos muito longe delas.
Quando o amor de Deus se mostra real em nossas vidas,  passamos a desejar, com ardor, compartilhá-lo com todos que encontramos.

Mesmo que a aceitação possa parecer impossível, como no caso do jovem de nossa ilustração, não podemos perder nenhuma oportunidade. 

A nossa função é falar, testemunhar, distribuir. 

A função de convencer, transformar,santificar, é do Espírito do nosso Deus.


VOCÊ JÁ COMPARTILHOU O AMOR DO SENHOR COM ALGUÉM HOJE?

20140819

"... Orar sempre e nunca esmorecer" Lucas 18:1

Tamerlane costumava contar aos amigos uma estória de sua mocidade:

Certa vez, para escapar de inimigos, fui forçado a me esconder nas ruínas de um edifício, e passei ali sentado muitas horas.
Desejando distrair a mente da triste situação em que me achava, fiquei olhando uma formiga que subia por uma parede, carregando um grão de trigo maior do que ela;
Contei todas as suas tentativas para alcançar o objetivo.
O grãozinho caiu sessenta e nove vezes, mas o inseto perseverou, e, ao completar setenta vezes, alcançou o topo.
Aquela cena me deu coragem no momento, e nunca esqueci a lição.
(The King's Business)

Tomando o exemplo do inseto,  pensemos na nossa perseverança  nas doutrinas do Senhor.
Temos orado? E qual nossa atitude depois da oração? Qual nossa reação à reação do Senhor?! 
A oração que toma como razão para desânimo o fato de orações passadas não ter sido respondida, já deixou de ser a oração da fé.
Para a oração da fé, a ausência de resposta é apenas evidência de que o momento da resposta está muito mais perto.
Do começo ao fim, os exemplos e as lições de Jesus nos ensinam, que tenhamos paciencia e perseverança. O tempo do Senhor é o melhor tempo. 
Lembre-se sempre:
A oração que não persevera, não insiste no pedido e não se renova mais e mais, tomando forças de cada petição anterior, não é a oração que prevalece!

20140813

"Eis que Deus é a minha salvação; eu confiarei e não temerei porque o Senhor, sim o Senhor é a minha força e o meu cântico; e se tornou a minha salvação." Isaías 12:2.

Durante os dias terríveis da guerra relâmpago,
 um pai segurando seu filho pequeno pela mão correu de um prédio que tinha sido atingido por uma bomba.
Em frente ao prédio havia um grande buraco formado pelo bombardeio.
Tentando abrigar-se o mais rápido possível, o pai saltou para dentro do buraco e levantou seus braços para receber o seu filho.
Apavorado e ouvindo a voz de seu pai que o mandava pular, o menino respondeu:
"Eu não posso ver você!"
O pai, olhando para o céu pintado de vermelho pelos edifícios em chamas, gritou para a silhueta que via de seu filho:
"Mas eu posso ver você. Salte!"
O menino saltou porque confiava em seu pai.
A fé cristã nos possibilita encarar a vida ou a morte, não porque nós podemos ver, mas porque temos certeza de que somos vistos.
Não porque conhecemos todas as respostas, mas porque somos conhecidos.
A grande tranqüilidade experimentada pelo cristão consiste em confiar plenamente no Deus a quem serve e de quem se tornou filho pelos méritos do Salvador Jesus Cristo.
Nele podemos descansar sabendo que cuida de nós a todo o momento e diante de qualquer circunstância.
O amor de nosso Pai divino nos enche de paz mesmo durante os mais sérios bombardeios a se passamos por uma situação financeira difícil, estejamos certos de que Ele nos vê e tudo sabe.
Se o problema é de enfermidade, Ele também está ao nosso lado.
Se tudo parece dar errado para nós, creiamos firmemente que Ele está nos observando e que logo a vitória chegará.
Mesmo que olhemos para frente e não vejamos nada que nos dê um alento, confiemos sem temor.
O Pai nos vê e está de braços abertos para nos proteger e fazer-nos mais que vencedores.

20140806

Sede, pois, prudentes como as serpentes, mas simples como as pombas. Mateus 10:16

Para aqueles que ainda não sabem!!! 
CUIDADO COM ÁGUA EM MICROONDAS
Aquecimento de água em forno de microondas
Esta informação é importante para alertar qualquer pessoa que utilize o forno de microondas para aquecer água. O seguinte relato ocorreu com um jovem:
'Há cerca de 5 dias o meu filho, de 26 anos de idade, decidiu tomar um café instantâneo. Colocou, para aquecer no microondas, um copo com água (algo que ele já tinha feito muitas vezes).
Não sei ao certo por quanto tempo programou o cronômetro do microondas,mas ele queria tirar a água fervendo. Quando o cronômetro desligou, abriu o
forno e retirou o copo.Olhou para interior do copo, reparou que a água não estava borbulhando. Mas, subitamente, a água 'explodiu'. O copo manteve-se
intacto e a água saltou, atingindo o seu rosto, que ficou empolado comqueimaduras de 1º e 2º graus. Talvez ele venha a ficar desfigurado e pode,também, perder parte da visão esquerda. No hospital, o médico que o assistiu
confirmou que esta é uma ocorrência bastante comum.'
Explicação científica: Lei da Física
A água explode porque o forno microondas a aquece a uma temperaturasuperior a 100°C .
Quando a água é aquecida numa chaleira, no fogão, o fundo fica com umatemperatura superior a 100°C , desencadeando a formação de bolhas de vapor
que sobem até a superfície aumentando, a troca de calor e permitindo que a água se mantenha a 100°C .
No Forno do microondas a água é aquecida, mas o recipiente não, assim, não se desencadeia a formação de bolhas que permitiriam perder o calor da água.
Desta forma, a água é aquecida a uma temperatura superior a 100°C , ficando a espera de que algo desencadeie a formação de bolhas. Quando, por agitação
ou adicionando açúcar ou café, se desencadeia a formação de bolhas issoocorre com tal intensidade que resulta numa explosão da água a umatemperatura elevadíssima, que pode provocar queimaduras graves.