20131026

FORMOSAS SÃO AS TUAS FACES ENTRE AS TUAS TRANÇAS... Cantares 1:10

SE PRODUZA

SE ENCHA DE BRILHO


SE DEIXE BONITA

NÃO TE MANDEI EU? ESFORÇA-TE E NÃO TE ATEMORIZES, NEM TE ESPANTES... Josue 1:9

TUBARÃO NO SEU TANQUE

Essa é para que você saiba que desafios fazem parte da história daqueles que os querem "sobreviver".
Os japoneses sempre adoraram peixe fresco. Porém as águas perto do Japão não produzem muitos peixes há décadas. Assim, para alimentar a sua população, os japoneses aumentaram o tamanho dos navios pesqueiros e começaram a pescar mais longe do que nunca. Quanto mais longe os pescadores iam, mais tempo levava para o peixe chegar. Se a viagem de volta levasse mais do que alguns dias, o peixe já não era mais fresco. E os japoneses não gostaram do gosto destes peixes. Para resolver este problema as empresas de pesca instalaram congeladores em seus barcos. Eles pescavam e congelavam os peixes em alto-mar. Os congeladores permitiram que os pesqueiros fossem mais longe e ficassem em alto mar por muito mais tempo. Entretanto, os japoneses conseguiram notar a diferença entre peixe fresco e peixe congelado, e é claro, eles não gostaram do peixe congelado. Entretanto, o peixe congelado tornou os preços mais baixos. Então as empresas de pesca instalaram tanques de peixe nos navios pesqueiros. Eles podiam pescar e enfiar esses peixes nos tanques, "como sardinhas". Depois de certo tempo, pela falta de espaço, eles paravam de se debater e não se moviam mais. Eles chegavam cansados e abatidos, porém, vivos.
Infelizmente, os japoneses ainda podiam notar a diferença do gosto. Por não se mexerem por dias, os peixes perdiam o gosto de frescor. Os japoneses preferiam o gosto de peixe fresco e não o gosto de peixe apático. Então, como os japoneses resolveram este problema? Como eles conseguiram trazer ao Japão peixes com gosto de puro frescor ?
Se você estivesse dando consultoria para a empresa de pesca, o que você recomendaria ?
Quando as pessoas atingem seus objetivos tais como, quando encontram um namorado maravilhoso, começam com sucesso numa empresa nova, pagam todas suas dívidas ou o que quer que seja, elas podem perder as suas paixões. 
Elas podem começar a pensar que não precisam mais trabalhar tanto, então relaxam. Elas passam pelo mesmo problema que os ganhadores de loteria que gastam todo seu dinheiro, o mesmo problema de herdeiros que nunca crescem e de donas de casa, entediadas, que ficam dependentes de remédios de tarja preta.
Para esses problemas, inclusive no caso dos peixes dos japoneses, a solução é bem simples. L. Ron Hubbard observou no começo dos anos 50. "O homem progride, estranhamente, somente perante a um ambiente desafiador".
Quanto mais inteligente, persistente e competitivo você é, mais você gosta de um bom problema.
Se seus desafios estão de um tamanho correto e você consegue, passo a passo, conquistar esses desafios, você fica muito feliz. Você pensa em seus desafios e se sente com mais energia. Você fica excitado em tentar novas soluções. Você se diverte. Você fica vivo!
Para conservar o gosto de peixe fresco, as empresas de pesca japonesas ainda colocam os peixes dentro de tanques. Mas, eles também adicionam um pequeno tubarão em cada tanque. O tubarão come alguns peixes, mas a maioria dos peixes chega "muito vivo". Os peixes são desafiados.
Portanto, ao invés de evitar desafios, pule dentro deles. Massacre-os. 
Curta o jogo. Se seus desafios são muito grandes e numerosos, não desista. 
Se reorganize! Busque mais determinação, mais conhecimento e mais ajuda.
Se você alcançou seus objetivos, coloque objetivos maiores. Uma vez que suas necessidades pessoais ou familiares forem atingidas, vá de encontro aos objetivos do seu grupo, da sociedade e até mesmo da humanidade. Crie seu sucesso pessoal e não se acomode nele.
Você tem recursos, habilidades e destrezas para fazer diferença.
"Então, ponha um tubarão no seu tanque e veja quão longe você realmente pode chegar".
O sucesso nunca é permanente e o fracasso nunca é fatal.
O que conta é a coragem de agir."  George F. Tilton

20131006

...Vós todos os homens valorosos ireis diante de vossos irmãos e os ajudareis. Josue 1:14

DICAS BOAS DA NET











ESPERANDO TER AJUDADO COM ESTAS IDEIAS...

"Ainda Que a figueira não floresça,nem haja fruto na videira;ainda que falhe o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimentos;. ainda que o rebanho seja exterminado e não haja gado nos currais. Ainda assim eu me alegrarei no Senhor, exultarei no Deus da Minha Salvação ". Habacuque 3:17,18.

Robert Hall, Famoso Pregador, costumava ter momentos de intensa dor física, que quando chegava ao serviço, chegava a cair no chão em grande agonia.                                                     
 Quando as dores cessavam, as primeiras palavras que ele pronunciava eram:
"espero não haver murmurado uma só vez."
 Um exemplo! Todos ficavam admirados pela sua preocupação com o testemunho que dava de sua fé.

 E isso nos leva a refletir que o nosso testemunho seria muito mais eficaz se não reclamássemos tanto, nas ocasiões em que a nossa fé está sendo provada.

Todos nós gostamos de receber bençãos e de experimentar alegria e regozijo.  Nessas ocasiões passamos os dias, as horas cantando e todos vem um largo sorriso em nosso rosto e até se regozijam com a nossa alegria.
 Os momentos felizes são quando nos vem glorificar a Deus, expressamos palavras de gratidão e felicidade. Somos luz e sal. Seguidor feliz e abençoado!
Quando a dor nos atinge por um motivo qualquer as coisas são sucedem assim. Logo deixamos perceber a nossa desilusão com o nosso Deus. Nem sequer meditamos ou reflexionamos se essa colheita é fruto de nosso plantio em alguma época de nossa vida.
Cabisbaixo e resmungões andamos reclamando de que os nossos sonhos ficaram distantes. Não mais se realizarão. A nossa desilusão chega a ser palpável. Parece que os nossos passos nos legam para lugar algum.

Qual efetivamente deve ser a nossa reação em um momento como esse? Que diremos, como agiremos em horas como estas?
Tem algo que não podemos esquecer em hipotese alguma: o nosso Deus continua o mesmo. O mesmo Deus que os demais nos vem louvando, adorando e glorificando... 
Ou será que o Deus que cremos e seguimos é conforme os momentos que passamos? A nossa vida muda de ritmo. Sim de acordo às nossas escolhas, nossos sentimentos. Se plantamos mamão não vai nascer laranja. Se cultivarmos qualquer coisa num terreno árido e não providenciarmos o tratamento correto, com certeza não nascerão os frutos que almejamos nem com a qualidade esperada.
Mas e Deus? Haverá um Deus para os momentos dificeis e outro para quando tudo vai bem?
Claro que não.  O nosso Deus é tão nobre e bondoso que nos concede o libre arbitrio. Livres para plantar e condicionados a colher o resultados. Nossas escolhas. Mas também o nosso Deus é o Deus da historia. Ele vê lá adiante. Então podermos ser privados ou provados por resultados e consequente caminhada que não seja nada agradável e que talvez indignados, digamos: Porque Senhor? Que que eu fiz?
Mas Ele é um Deus que prova - a nossa fé- e aprova o nosso caminhar. Temos que acreditar que alguem que nos ama de tal maneira, a ponto de dar o seu unico filho para morrer a nosso favor, ha de querer somente a nossa edificação. E edificação espiritual muito mais que a material. A materia é efemera, mas o espiritual é util na vida terrena e essencial para a vida futura.

Precisamos buscar discernimento e usa-lo ao encararmos qualquer uma das situações que se apresentem para nós, sabendo, crendo e vivendo com a mesma fé e o mesmo amor ao Senhor independente das circunstancias, por que Ele é imutável e por isso a sua misericordia dura para sempre.

 O amor de Deus é melhor que colo de mãe. Quando glorificamos o nosso Deus por todas as coisas, crendo que Ele está no controle de nossas vidas, a tristeza desaparece rapidamente dando lugar a uma alegria plena que permanece e nos inunda.

E isso porque na Presença do Senhor a nossa alegria é plena e verdadeira. Mesmo que alguns dos nosso dias não sejam tão bons como gostariamos, precisamos confiar e adorar o nosso Senhor de uma mesma maneira.  

Em sua palavra Deus nos garante que "todas as coisas contribuem para o bem daqueles que amam a Deus." Deus como um pai inigualável, incomparável e imutável quer somente o nosso melhor. Não coisas ou momentos bons, mas vida abundante. Abundante de Graça e Paz.
Por isso sorria: "Os olhos do Senhor estão sobre ti!"