20110528

“Porventura andarão dois juntos, se não estiverem de acordo?” (Amós 3:3)

VAMOS RIR UM POUCO, ENQUANTO...

Em Cuba, um menino chega da escola faminto e pergunta à sua mãe:

— Mamãe, o que vamos comer?

— Nada, filhinho.

O menino vê o papagaio da casa e diz:

— Nem papagaio com arroz?

— Não temos arroz, filhinho.

— E papagaio assado?

— Não temos gás.

— Assa na churrasqueira elétrica!

— Não temos eletricidade, filho.

— Que tal papagaio frito?



— Não temos óleo, querido.

Grita o papagaio:

— VIVA FIDEL!!! VIVA FIDEL!!!



****************************************************

Uma professora cubana mostra aos alunos um retrato do presidente Bush, e pergunta à classe:

— De quem é este retrato?

Silêncio absoluto.

— Eu vou ajudar vocês um pouquinho. É por culpa deste senhor que nós estamos passando fome.

— Ah, professora! É que sem a barba e o uniforme não dava para reconhecer!



************************************************************

Fidel está fazendo um de seus famosos discursos:

— E a partir de agora teremos de fazer mais sacrifícios!

Diz alguém na multidão:

— Trabalharemos o dobro!

— ... E temos de entender que haverá menos alimentos!

Diz a mesma voz:

— Trabalharemos o triplo!

— ... E as dificuldades vão aumentar!

Completa a mesma voz:

— Trabalharemos o quádruplo!

Aí o Fidel pergunta ao chefe de segurança:

— Quem é esse sujeito que vai trabalhar tanto?

— O coveiro, mi comandante.



************************************************************

O governo revolucionário vai tomar todas as providências para que nenhum cubano vá para a cama sem comer: Vai recolher todas as camas.



************************************************************

O pai cubano pergunta ao filho pequeno:

— O que você quer ser quando crescer?

— Estrangeiro.



***********************************************************

Putin foi a Cuba e ficou impressionado com o número de pessoas usando sapatos com solas furadas, rasgados em cima, etc. Estranhou que, depois de passados 40 anos de “melhoras”, as pessoas ainda estavam com sapatos rasgados e maltratados. Perguntou a Fidel a razão disso.

Fidel, indignado, respondeu com uma pergunta:

— E na Rússia, não é a mesma coisa? Vai me dizer que lá todo mundo tem sapato novo?

Putin disse a Fidel que fosse à Rússia para conferir. E se ele

encontrasse um cidadão qualquer com sapatos furados, tinha a permissão para matar essa pessoa. Fidel tomou um avião e se mandou para Moscou.

Quando desembarcou, a primeira pessoa que viu estava com sapatos rasgados e furados, que pareciam ter pertencido ao avô. Não titubeou.

Tirou a pistola e matou o sujeito. Afinal, tinha permissão de seu

colega Putin para fazer isso. No dia seguinte os jornais anunciaram:

PRESIDENTE DE CUBA MATA SEU EMBAIXADOR NO AEROPORTO.



************************************************************

Fidel Castro morre e chega no céu, mas não estava na lista. Assim, São Pedro o manda ao inferno. Quando chega lá, o diabo em pessoa o recebe e diz:

— Olá, Fidel, seja bem-vindo. Eu estava à sua espera. Aqui você vai se sentir em casa.

— Obrigado, Satanás, mas estive primeiro no céu e esqueci minhas malas lá em cima, na portaria.

— Não se preocupe. Vou enviar dois diabinhos para pegar suas coisas.

Os dois diabinhos chegam às portas do céu, mas as encontram fechadas, porque São Pedro tinha saído para almoçar. Um dos diabinhos diz ao outro:

— Olha, é melhor pularmos o muro. Aí pegamos as malas sem perturbar ninguém.

Os dois diabinhos começam a escalar o muro. Dois anjinhos passavam por ali, e ao verem os diabinhos, um comenta com o outro:

— Não faz nem dez minutos que Fidel está no inferno, e já temos refugiados.



E ainda tem brasileiro simpatizante e amigo de governante desse regime!

20110519

"E dele temos este mandamento, que quem ama a Deus ame também a seu irmão." I João 4:21

Certo dia uma moça estava à espera de seu vôo, na sala de embarque de um aeroporto. Como ela deveria esperar por muitas horas resolveu comprar um livro para matar o tempo. Também comprou um pacote de biscoitos.
Sentou-se numa poltrona na sala Vip do aeroporto, para que pudesse descansar e ler em paz. Ao seu lado sentou-se um homem.
Quando ela pegou o primeiro biscoito, o homem também pegou um.
Ela se sentiu indignada, mas não disse nada.
Ela pensou:
Mas que "cara de pau". Se eu tivesse mais disposta, lhe daria um "passa fora" para que ele nunca mais esquecesse.
A cada biscoito que ela pegava o homem também pegava um.
Aquilo a deixava tão indignada que não conseguia reagir.
Restava apenas um biscoito e ela pensou:
O que será que o "abusado" vai fazer agora?
Então o homem dividiu o biscoito ao meio, deixando a outra metade para ela.
Aquilo a deixou bufando de raiva.
Ela pegou o seu livro e as suas coisas e se dirigiu ao embarque.
Quando sentou, confortavelmente, numa poltrona, no interior do avião, olhou dentro da bolsa, e para sua surpresa, o pacote de biscoito estava ainda intacto.
Ela sentiu muita vergonha, pois quem estava errada era ela, e já não havia mais tempo para pedir desculpas.
O homem dividiu os seus biscoitos sem se sentir indignado, enquanto que ela tinha ficado muito transtornada, pensando estar dividindo os dela.
Quantas vezes, em nossa vida, nós é que estamos comendo os biscoitos dos outros, e não temos a consciência disto?
Há quem proceda de forma muito diferente da que nós gostaríamos.
Isso tira a nossa calma e nos dá a impressão de que ninguém gosta de nós.
Raciocine claramente! Antes de concluir observe melhor.
Talvez as coisas não sejam exatamente como você pensa.

20110507

"Vós não me escolhestes a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos designei para que vades e deis frutos, e o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo conceda" João 15:16

Na sala de reunião de uma multinacional o diretor nervoso fala com sua equipe de gestores. Agita as mãos, mostra gráficos e, olhando nos olhos de cada um ameaça:

Ninguém é insubstituível!
A frase parece ecoar nas paredes da sala de reunião em meio ao silêncio. Os gestores se entreolham, alguns abaixam a cabeça. Ninguém ousa falar nada.
De repente um braço se levanta e o diretor se prepara para triturar o atrevido:
Alguma pergunta?
Tenho sim. E Beethoven?
Como? o encara o diretor confuso
O senhor disse que ninguém é insubstituível e quem substituiu Beethoven?
Silêncio...
O funcionário fala então:
Ouvi essa estória esses dias contada por um profissional que conheço e achei muito pertinente falar sobre isso. Afinal as empresas falam em descobrir talentos, reter talentos, mas, no fundo continuam achando que os profissionais são peças dentro da organização e que, quando sai um, é só encontrar outro para por no lugar. Então, pergunto: quem substituiu Beethoven, Tom Jobim, Ayton Senna, Ghandi, Frank Sinatra, Garrincha, Santos Dumont, Monteiro Lobado, Elvis Presley, Os Beatles, Jorge Amado, Pelé, Paul Newman, Tiger Woods, Albert Einstein, Picasso, Zico?
O rapaz fez uma pausa e continuou: Todos esses talentos que marcaram a história fazendo o que gostam e o que sabem fazer bem, ou seja, fizeram seu talento brilhar. E, portanto, mostraram que são sim, insubstituível. Que cada ser humano tem sua contribuição a dar e seu talento direcionado para alguma coisa. Não estaria na hora dos líderes das organizações reverem seus conceitos e começarem a pensar em como desenvolver o talento da sua equipe, em focar no brilho de seus pontos fortes e não utilizar energia em reparar seus 'erros ou deficiências'?
Nova pausa e prosseguiu: Acredito que ninguém se lembra e nem quer saber se Beethoven era surdo, se Picasso era instável, Caymmi preguiçoso, Kennedy egocêntrico, Elvis paranóico... O que queremos é sentir o prazer produzido pelas sinfonias, obras de arte, discursos memoráveis e melodias inesquecíveis, resultado de seus talentos. Mas cabe aos líderes de uma organização mudar o olhar sobre a equipe e voltar seus esforços, em descobrir os pontos fortes de cada membro. Fazer brilhar o talento de cada um em prol do sucesso de seu projeto.
Continuou Se um gerente ou coordenador, ainda está focado em 'melhorar as fraquezas' de sua equipe, corre o risco de ser aquele tipo de técnico de futebol que barraria o Garrincha por ter as pernas tortas, ou Albert Einstein por ter notas baixas na escolha, ou Beethoven por ser surdo. E na gestão dele o mundo teria perdido todos esses talentos.
Olhou a sua volta e reparou que o Diretor, olhava para baixo pensativo. Voltou a Falar:
Seguindo este raciocínio, caso pudessem mudar o curso natural, os rios seria retos não haveria montanha, nem lagoas, nem cavernas, nem homens, nem mulheres, nem sexo, nem chefes, nem subordinados... Apenas peças... E nunca me esqueço de quando o Zacarias, dos Trabalhões, que 'morreu'. Ao iniciar o programa seguinte, o Dedé entrou em cena e falou mais ou menos assim: "Estamos todos muitos tristes com a 'partida' de nosso irmão Zacarias... E hoje, para substituí-lo, chamamos 'ninguém', pois nosso Zaca é insubstituível", concluiu o rapaz e o silêncio foi total.
É possível encontrar novos funcionários para as vagas dos que saíram, novo amigos para amenizar a falta dos que estão distantes, novos amores para os corações partidos... Eles, entretanto, nunca terão a mesma essência dos que ficaram para trás, importe-se com que tens hoje em suas mãos... ao seu alcance... pois o amanhã poderá ser tarde demais... NINGUÉM É SUBSTITUÍVEL... pense nisso.
No mundo sempre existirão pessoas que vão te amar pelo que você é e outras... que vão te odiar pelo mesmo motivo, acostume-se isso com muita paz de espírito.
Jamais você será substituído por alguém.
Recebi e repasso, porque me fez refletir de como tenho me portado com os que passam por mim.

20110506

TU MEU FILHO, OUVE E TORNA-TE SÁBIO; ALEGRAR-SE-A MEU CORAÇÃO. Proverbios 23:15

A forma que Deus encontrou de materializar-se
ao nosso lado em todos instante, foi criando a mãe da gente.
Sim porque Kalil Gibran sabiamente já disse que
mãe está sempre com o filho, mesmo quando não o leva junto.
Frases lindas, idéias verdadeiras. Descobertas que fazemos quando Deus nos concede a graça de
sermos mãe.
E é também atravez da maternidade que compreendemos aquele olhar tão terno na hora da dura correção; aquele cálido afago num momento de dor; ou ainda aquele olhar de cumplicidade quando o temor nos apressionava numa hora de indecisão...Mãe é certamente a definição de um verdadeiro sentimento: que ama incondicionalmente; que perdoa permanentemente, que trabalha arduamente e chora silenciosamente, enquanto desliza pela vida, procurando recolher o que esquecemos ou consertar onde nos equivocamos...
Ah, maternidade... não é vão quando Deus diz que os filhos são a herança do Senhor.
Sim, pois herança é tudo de bom, mesmo quando vem do ser humano carnal, então quando vem do Supremo Criador é imperesível(porque nunca tem defeito) é imutável(não tem pessoa mais linda) é intransferível(porque não existe ex-filho) é incontestável( simbiose do coração)é insubstituivel(o seu cheiro é único) e é inseparável(a terra não engole o amor que os une) pois passa de geração a geração.
Sim, um dia Deus chamou minha mãe de volta ao aconchego... Mamãe voltou pra casa do Pai e eu como agora, 25 depois, estava aos prantos, tremendo e inconformada. Queria disfrutar por mais tempo.
A terra não tragou o meu amor quando envolveu aquele corpo sem vida,;pelo contrário, a minha fé me garente que se eu perseverar nos caminhos do Senhhor em breve nos veremos. Ainda sinto a sua existencia. Isso mesmo. Quando olho pros meus filhos e descubro neles gestos, jeitos, modos e atitudes que não deixam dúvida de que ela vive através da minha herança, tanto na impressão física quanto no comportamento emocional quando falam sobre ela. Estão sempre buscando algo palpável em si mesmos das heranças da vovo.
Vovo, mãe duas vezes. Eu nunca mais vou esquecer a frase que ela me disse quando tomou a minha filha nos braços naquela manhã de 13 de fevereiro na maternidade: "Minha filha, quando você nasceu pensei ter sentido o que era o verdadeiro sentido de amar, mas agora com a minha neta nos braços, sinto o amor em porção dobrada."
Assim é coração de uma mãe: capaz de elevar o amor a infinita potencia sem extrair a raiz jamais.